Como investir em ações

Ações são pequenas partes de uma empresa. Quando uma companhia se torna aberta, o patrimônio dela é dividido em várias cotas, que são distribuídas para os investidores. Eles se tornam donos dessa empresa. É como se você tivesse um pedacinho de cada prédio, de cada veículo ou bem que ela possua. Quanto mais ações você tiver, maior é a sua parcela.

Vantagens de investir em ações

  • Não é preciso muito dinheiro para começar;
  • Você recebe dividendos periodicamente;
  • Potencial de boa rentabilidade no longo prazo;
  • Você pode comprar ou vender suas ações no momento em que quiser;
  • É possível alugar suas ações fazendo um empréstimo de ativos e ganhar um rendimento extra;
  • O Imposto de Renda (IR) sobre os rendimentos é cobrado apenas na saída do investimento e se o resgate for maior do que R$20 mil.

Saiba como escolher ações para comprar com conhecimento e segurança:

  • 1. Sempre converse com a sua corretora
    As corretoras contam com especialistas que acompanham e analisam as empresas e o momento do mercado. Eles recomendarão quais ações comprar ou vender, em qual quantidade e em que momento. Não se esqueça, porém, que você é o responsável pelo desempenho de seus investimentos e tem total poder para seguir ou não qualquer orientação.
  • 2. Una o seu lado consumidor ao investidor
    Isso significa dar preferência para as ações das empresas das quais você consome produtos ou serviços. Centenas de empresas de diversos setores estão listadas na BM&FBOVESPA. Para saber se a empresa na qual você confia está listada, basta consultar a nossa página de empresas listadas e fazer sua busca.
  • 3. Aprenda o máximo sobre as empresas
    Antes de investir em uma empresa, é importante conhecer suas estratégias, perspectivas de crescimento e comportamento do setor no qual ela atua. Aqui no site da BM&FBOVESPA, você encontra vários documentos sobre todas as empresas listadas, inclusive o “formulário de referência”, no qual você vai saber mais sobre a saúde financeira da empresa.

Atenção
Este material tem propósito informativo
Não consiste em recomendação financeira ou estratégica para investimentos. Para avaliação da performance de tipo de investimento, é recomendável uma análise de período de, no mínimo, 12 meses. A diversificação de portfólio é um importante elemento a ser considerado quando da decisão de investimento. A escolha pela diversificação de ações e outras classes de ativos permite ao investidor criar portfólios que melhor se enquadrem aos seus objetivos financeiros e à sua tolerância a risco. Posições concentradas apresentam maiores riscos de perdas do que as posições diversificadas. Posição concentrada pode ser definida como a presença significativa de um único ativo, de ativos de um único emissor ou de certa classe de ativos no portfólio de um investidor. Não há fórmula ou porcentagem de um ativo ou de uma classe de ativos que se enquadre a todos os investidores. Para saber mais sobre diversificação de portfólio, o investidor deve conversar com a sua corretora.

BM&FBOVESPA © 2016. Todos os direitos reservados. Termos e condições de uso.