Tesouro Direto

Tesouro Direto é um sistema do Tesouro Nacional, operacionalizado por meio de uma parceria com a BM&FBOVESPA, que permite a compra de títulos públicos por investidores pessoas físicas, via internet, pelo site do Tesouro Direto.

Para o investidor

O investidor que já possui ações e outros títulos custodiados na Bolsa poderá utilizar a mesma conta de custódia para os seus títulos públicos, desde que o seu agente de custódia esteja habilitado no Tesouro Direto.

No caso de compra, o processo de pagamento é simples:

Na venda, a Central Depositária, após receber do Tesouro Nacional o valor referente aos títulos, repassa o dinheiro para o agente de custódia, responsável pelo recolhimento dos impostos e repasse do dinheiro para o investidor.

O investidor também poderá efetuar, na área exclusiva do Tesouro Direto, consultas diretas sobre seus investimentos, saldos, movimentações de títulos e eventos de custódia.

Para o intermediário

A BM&FBOVESPA oferece uma estrutura integrada de liquidação e custódia individualizada nos mercados em que opera. As características e vantagens desta estrutura serão estendidas também para os títulos adquiridos no Tesouro Direto, por meio de uma conta da Bolsa no SELIC. O acesso de investidores ao Tesouro Direto também pode ser feito via home broker.

O participante que aderir ao Tesouro Direto também poderá obter informações sobre os títulos adquiridos no Tesouro Direto em consultas feitas pela internet, verificando, entre outras informações, o saldo de títulos e o extrato de movimentação das contas de seus clientes, bem como as datas e preços de compra e venda desses títulos.

Para quem é

Participantes que possuem acesso ao ambiente de negociação e pós-negociação, de acordo com seu perfil de relacionamento e em conformidade com os regulamentos e as normas da BM&FBOVESPA na Câmara de Ações (segmento Bovespa).

Para contratar

Roteiros de certificação do Tesouro Direto

BM&FBOVESPA © 2016. Todos os direitos reservados. Termos e condições de uso.