Tarifas de Tesouro Direto

Tarifação aplicável a
  • Negociação, por pessoa física, via Tesouro Direto, dos seguintes títulos públicos federais:
    • Tesouro Prefixado 20XX (LTN)
    • Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 20XX (NTN-F)
    • Tesouro Selic 20XX (LFT)
    • Tesouro IPCA + 20XX (NTN-B Principal)
    • Tesouro IPCA + Juros Semestrais 20XX (NTN-B)

Taxa de custódia

A taxa de custódia é provisionada diariamente, a partir da liquidação da operação de compra, em D+2. É cobrada sobre o valor dos títulos em carteira, de forma pro rata, nos seguintes casos:

  • Semestralmente (janeiro e julho); ou
  • Nos eventos de custódia (resgate do principal, pagamento de juros); ou
  • Na venda antecipada; ou
  • No encerramento da posição.

Nos casos em que há eventos de custódia ou venda antecipada, são cobradas as taxas acumuladas até então, sobre o valor dos títulos envolvidos na operação.

Taxa de custódia1 0,30% a.a.

1 Cobrada sobre o valor dos títulos em custódia, limitado ao valor médio da conta de custódia de R$ 1.500.000,00.

Caso o valor seja inferior a R$ 10,00, este será acumulado para o semestre seguinte, ou para a data de encerramento, o que ocorrer primeiro. No caso de eventos de custódia ou venda antecipada, o valor será cobrado independentemente do mínimo.

Tributos que influem na formação das tarifas” artigo 1º, §2º, da Lei nº 12.741/12:
As taxas descritas nesta página incluem o valor do PIS e da COFINS, cuja alíquota total é de 9,25%, e o valor do ISS cuja alíquota pode variar de 2% a 5%.
Os emolumentos e taxas de negociação incluem o valor do PIS e da COFINS, cuja alíquota total é de 9,25%.
Há contribuições previdenciárias indiretamente alocadas nos custos discriminados na referida Seção.

BM&FBOVESPA © 2016. Todos os direitos reservados. Termos e condições de uso.