> Siga a Bolsa:
> Site BM&FBOVESPA
 
 
 
Notícias
WEG - Primeiros arremessos 7/7/2011 10:05:32
Projeto constrói um novo futuro ao ensinar esporte e cidadania para crianças

Uma ideia, um projeto e mais de nove mil crianças inseridas no basquetebol. O projeto Bola da Vez, implantado há 10 anos na rede pública de ensino de Jaraguá do Sul, vem promovendo a socialização da criança por meio de atividades esportivas. Para muitas delas, o basquete passou a ser a única atividade esportiva e recreativa, além das praticadas na escola. As escolas tiveram um papel importante ao abrir suas portas para, nos horários vagos das quadras de esportes, receber as crianças inscritas no projeto. No começo eram quatro pólos, assim chamadas as escolas adeptas ao projeto. Hoje são 20, beneficiando 1.500 crianças. A proposta do Bola da Vez vai além do aprendizado do esporte e dos benefícios inerentes a sua prática. Ele é o instrumento para a construção de novos conceitos de cidadania, de envolvimento e participação social. O coordenador do projeto, professor Airton Luiz Schiochet, o “Ito”, lembra como a inclusão no projeto mudou o desempenho e o comportamento das crianças. “Elas sabem que, para se manter no basquete, precisam estar em dia na escola e ser socialmente aceitas. Isso muda os valores e garante uma formação mais humana, mais solidária, principalmente comprometida com a vida coletiva”, explica. Para Airton, o sucesso do programa pode ser exemplificado com a história de cinco ex-alunos que hoje são professores do Bola da Vez, quatro deles na escola de origem. O projeto também revela atletas como é o caso de Mayara Uller, jogadora da Seleção Brasileira de Basquete, e de Rafael Alves de Meira, 18 anos, jogador da equipe juvenil de basquete de Joinville.

Aprovado pelo Ministério do Esporte

Desde 2002, o Projeto Bola da Vez é patrocinado pela WEG, com recursos próprios. Para a realização das atividades, principalmente das competições semestrais, o projeto recebeu o apoio do Sesi e do Colégio Marista de Jaraguá do Sul. Com a aprovação do Ministério do Esporte, a partir de 2011 ele será mantido pela captação de recursos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. “Com o incentivo, o projeto receberá mais recursos que possibilitarão investir em melhorias nos pólos que sediam o projeto”, prevê Airton. O Ministério do Esporte concedeu, em abril, o Prêmio Empresário Amigo aos empreendedores que mais contribuíram para projetos esportivos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. A WEG foi destaque em Santa Catarina por ser a empresa que mais repassa verbas por meio desta lei no estado. A Lei permite que pessoas físicas e jurídicas possam fazer doações ou patrocínios para projetos desportivos e paradesportivos com desconto no Imposto de Renda.

Saiba Mais
Conheça os projetos dessa empresa.

 
 
voltar
 
Nota: as informações, imagens e fotos contidas nas páginas deste site foram fornecidas pelas empresas listadas na BM&FBOVESPA. A BM&FBOVESPA não se responsabiliza pela autenticidade, exatidão e integralidade das informações divulgadas pelas companhias listadas, pelo conteúdo e autorização de uso das imagens e fotos exibidas pelas referidas empresas, não sendo responsável por eventuais ofensas aos direitos autorais de terceiros.